top of page
banner niteroi carnaval 780x90px 16 02 24.jpg

Vídeo: milhares de pessoas de 24 países marcham rumo à fronteira dos EUA


Milhares de migrantes continuaram nesta quarta-feira (27) a marcha de um dia através do México em direção à fronteira sul dos Estados Unidos, horas antes de uma reunião agendada entre autoridades mexicanas e norte-americanas.


O número de pessoas que compõem a caravana, segundo relatos de diferentes mídias, gira em torno de 8 mil e 10 mil. Estima-se que há pessoas de 24 nações no grupo que se dirige para o norte através do estado mexicano de Chiapas, na fronteira com a Guatemala, disse Luis García Villagrán, organizador da caravana de migrantes e ativista, à emissora NBC News.

A maioria dos migrantes são da América Central (principalmente Cuba e Haiti) e da Venezuela, disse ele, mas alguns vêm de lugares distantes, como Turquia, Irã, Síria e Camarões.


No entanto, segundo Villagrán, nem todos procuram entrar nos Estados Unidos, "alguns esperam obter documentos para poder permanecer no México e encontrar trabalho e ajuda humanitária" assim como "chamar a atenção e assistência do governo mexicano".


"As condições em que caminham os acompanhantes, as mulheres e crianças migrantes, são verdadeiramente deploráveis", disse Villagrán.


Os migrantes passaram a noite de Natal dormindo em pedaços de papelão ou plástico, estendidos sob toldos, tendas ou no chão, relata a mídia.


A marcha acontece horas antes de uma reunião agendada entre o secretário de Estado, Antony Blinken, e o presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador, para discutir "migração irregular sem precedentes e identificar maneiras pelas quais o México e os Estados Unidos abordarão os desafios de segurança nas fronteiras", de acordo com uma declaração do Departamento de Estado citada pela mídia.


Contudo, Villagrán acredita que a reunião foi agendada com foco "totalmente em questões eleitorais": "Mulheres e crianças migrantes estão sendo usadas como moeda de troca", afirmou.


Pouco antes da reunião, López Obrador declarou que o Congresso dos EUA deveria oferecer mais apoio à América Latina em vez de erguer barreiras e "construir muros", segundo o The New York Times.


Fonte: Agência Sputnik

Chamada Sons da Rússia5.jpg
banner niteroi carnaval 300x250px 16 02 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page