Vacinação no Brasil vai levar 1 ano e 4 meses


(Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

O governo informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que a imunização contra a Covid-19 começará cinco dias após a Anvisa dar aval ao uso de uma vacina no país. Ou seja, ainda não há uma data. Entretanto, o governo prevê que a vacinação de toda a população deverá levar um ano e quatro meses.

A informação foi dada em documento redigido pela Advocacia-Geral da União (AGU) em resposta a pedido feito por Ricardo Lewadowski, ministro do Supremo.

A AGU afirma ainda que o início da imunização depende da compra das doses da vacina ter sido efetuada. De acordo com o governo, a vacinação de toda a população levará entre 12 e 16 meses.

"O Ministério da Saúde estima prazo de doze meses para a vacinação da população em geral, o que dependerá, concomitantemente, do quantitativo de imunobiológico [vacina] disponibilizado para uso, completando-se o plano de vacinação em um total de aproximadamente dezesseis meses", diz o documento.

Ainda segundo o documento, assinado pelo advogado-Geral da União, José Levi do Amaral Junior, "registrada uma vacina, ou autorizado o uso emergencial de um imunizante, bem assim tenha sido o imunobiológico adquirido (nos termos da legislação pertinente) e entregue no Complexo de Armazenamento do Ministério da Saúde, a previsão da Pasta é iniciar a vacinação da primeira fase – no respectivo público alvo – em até cinco dias para Estados e Distrito Federal".

51 milhões no 1º semestre

Pelo plano divulgado pelo Ministério da Saúde no sábado (12), 51 milhões de brasileiros devem ser vacinados no primeiro semestre, com disponibilização de 108,3 milhões de doses, mas nenhum prazo tinha sido dado pela pasta, apenas que o a imunização seria dividida em quatro fases.

A AGU também afirmou que "é competência dos Estados e do Distrito Federal a distribuição do imunobiológico aos respectivos municípios e regiões administrativas". Segundo o órgão, "o prazo para o término de vacinação do primeiro grupo é de aproximadamente trinta dias".

Os quatro grupos prioritários devem ser imunizados após quatro meses. Depois, seriam necessários mais 12 meses para vacinar o restante da população. Até o momento, a Anvisa não aprovou nenhuma vacina. O grande investimento do governo federal foi na vacina de Oxford, da farmacêutica Astrazeneca, em parceria com a Fiocruz, com um volume de recursos da ordem de R$ 1.9 bilhão. Apesar da aposta, o imunizante tem enfrentado dificuldades na fase de testes, não havendo prazo para sua efetiva aprovação.

Em alguns países do mundo, como Reino Unido, Estados Unidos e Arábia Saudita, a imunização dos grupos prioritários já teve início.

Grupos prioritários

De acordo com o plano do governo, na primeira fase serão vacinados trabalhadores de saúde, pessoas com idade acima de 75 anos, pessoas de 60 anos ou mais que estejam institucionalizadas (em abrigos ou asilos, por exemplo) e indígenas; na segunda etapa serão imunizadas pessoas de 60 a 74 anos que não estejam em instituições de longa permanência; na terceira, pessoas com comorbidades; na quarta fase: professores (nível básico ao superior), forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle