top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Vacinação no Rio continua com reforço para idosos


(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SMS) segue nesta semana com o calendário de vacinação contra a covid-19 aplicando a dose de reforço em idosos.

Esta quarta-feira (3) foi reservada para a repescagem e para quem tem 64 anos ou mais. Nesta quinta-feira (4), podem comparecer aos postos as mulheres de 63 anos e, na sexta (5), é a vez dos homens dessa idade. No sábado, a repescagem é para todos a partir dos 63 anos.

Na próxima semana, devem receber o reforço as pessoas de 62 e de 61 anos, sempre seguindo o esquema de um dia para homens, outro para mulheres e o terceiro a repescagem para todas as pessoas.

A dose de reforço também está sendo ofertada para os trabalhadores da saúde. Em novembro, podem receber a terceira dose quem tomou a segunda em maio. Em dezembro, será a vez de quem completou o esquema básico da vacinação em junho.

Segundo a SMS, até o final de novembro, todos os postos estarão aplicando a primeira dose em maiores de 12 anos que ainda não tenham se vacinado.

Para quem tem 30 anos ou mais e recebeu a primeira dose da Pfizer, a SMS antecipou a segunda dose para 21 dias após a primeira. A data marcada no cartão de vacina é de 12 semanas.

Quem perdeu a data da segunda dose, deve comparecer ao mesmo posto em que tomou a primeira o mais rápido possível, para completar a imunização. Não é necessário esperar o dia da repescagem para receber a segunda dose em atraso.

Uso de máscaras

Com a redução dos níveis de alerta para a pandemia no Município do Rio aliada à adesão dos cariocas à vacinação, chegando a 65% da população total com esquema vacinal completo, foi possível flexibilizar o uso de máscaras faciais em locais abertos na cidade sem aglomeração de pessoas. A medida passou a valer na tarde da última quinta-feira (28/10), após publicação de decretos das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

Em locais fechados, o uso das máscaras permanece obrigatório. É importante ainda manter os ambientes ventilados; continuar higienizando as mãos com frequência; tomar a segunda dose (D2) ou dose de reforço (DR), conforme calendário; e, se apresentar sintomas gripais, ir a uma unidade de saúde. A terceira etapa de reabertura da cidade prevê a dispensa do item de proteção em quaisquer lugares quando for atingida a cobertura vacinal de 75% da população total – com exceção do transporte público e unidades de saúde.



コメント


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page