Variantes britânica e de Manaus já circulam no Rio


(Reprodução)

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro informou nesta quarta (17) que foram identificados cinco casos de variantes do novo coronavírus no estado, sendo quatro da variante P.1 da SARS-CoV-2, identificada inicialmente em Manaus, e um da variante britânica.

Segundo o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Mario Sérgio Ribeiro, um dos três casos registrados na capital fluminense é de um dos pacientes vindos de Manaus que está internado no Rio. Outros dois casos foram identificados, um em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e um em Petrópolis, na região serrana. “Não é possível dizer, neste momento, se são casos importados ou autóctones [transmissão local]”.

O secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Chaves, descartou a adoção no momento de um lockdown (bloqueio) das atividades como medida para conter a transmissão dessas novas variantes. De acordo com Chaves, será feito o acompanhamento diário dos casos com a vigilância epidemiológica.

Chaves e o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, disseram que não haverá antecipação da segunda dose da vacina contra a covid-19 para os que já receberam a primeira dose, pois estão seguindo o Plano Nacional de Imunização.

A campanha para aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 na capital fluminense foi suspensa nesta quarta-feira por causa da falta de imunizantes na cidade. Ainda não há uma data prevista para chegada de imunizantes para aplicação da primeira dose.


Fonte: Agência Brasil

1/3
300x250px - para veicular a partir do di

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também: