top of page

"Vem domingo", poema-esperança da vitória democrática


Marco Lucchesi / Reprodução

O poeta, romancista, ensaísta, tradutor e ex-presidente da Academia Brasileira de Letras, Marco Lucchesi, declamou neste sábado, 29, por meio de sua conta no Twitter, uma poesia de sua autoria em que evoca o domingo da eleição do segundo turno para presidente da República com a convicção de que a democracia brasileira sairá vitoriosa, superando o período de ameaças autoritárias e de retrocessos democráticos inaugurado com a chegada ao poder do neofascismo, representado em sua maior expressão por Jair Bolsonaro, atual presidente e candidato à reeleição pelo PL.

A esperança contida nos versos de Lucchesi são ainda mais alimentadas pelas últimas pesquisas eleitorais da atual campanha, divulgadas a menos de 24 horas do pleito. Dois dos mais importantes institutos de pesquisa - IPEC e Datafolha - confirmam a tendência de vitória do candidato do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com resultados que o colocam na liderança, ora no limite da margem de erro, como no caso do Datafolha, ora com maior margen de votos, conforme registrado pelo IPEC.

Segundo o Datafolha, Lula tem 52% do votos válidos, contra 48% de Bolsonaro, o que coloca o petista no limite da margem de erro, que é de 2 pontos para mais ou para menos. Por sua vez, o IPEC apresenta o ex-presidente com 54% das intenções de votos (válidos), contra 46% do atual presidente e candidato à reeleição.

A inspiração poética de Marco Lucchesi, porém, prevê um domingo iluminado para a democriacia. Um dia doloridamente aguardado pelos brasileiros. Um desafogo para o país asfixiado nos últimos anos pelos arreganhos fascistas. Ouça a poesia:

Crédito da foto da capa: Joshua Tree, CA, United States


Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page