Vinícius Junior marca e faz protesto antirracismo


O atacante brasileiro Vinicius Junior marcou um dos gols da vitória de 2 a 0 do Real Madrid sobre o Mallorca pelo Campeonato Espanhol nesta quarta-feira (24). Na hora da comemoração, o ex-jogador do Flamengo, de 19 anos, fez o gesto característico - baixou a cabeça e ergueu o punho esquerdo cerrado - antirracista, protestando contra os muitos casos de racismo que vêm ocorrendo no futebol e fora dele.

Vinicius Junior fez o primeiro gol da equipe do técnico Zinedine Zidane que assumiu a liderança do campeonato, ultrapassando novamente o arquirrival, Barcelona, que também havia vencido um dia antes.

No mês passado, a morte do homem negro George Floyd, imobilizado e asfixiado por um policial branco em Mineápolis, no estado de Minnesota, iniciou uma onda de protestos antirracismo que se espalhou pelo mundo e durou 18 dias.

Na Europa, vários jogadores brasileiros já foram vítimas de gestos racistas de torcedores, entre eles, os laterais Daniel Alves, quando jogava no Barcelona, e Roberto Carlos, então no Real Madri, e Hulk, no Zenit (Rússia). No Brasil, os casos mais marcantes de racismo aconteceram com o goleiro Aranha e o meia Arouca, do Santos, e o meia Tinga, do Grêmio.

300x250_QuatroRodas.gif
728x90_PorqueArCondicionado.gif