Voo lotado de brasileiros deportados dos EUA chega a MG


(Reprodução)

Um voo com 211 brasileiros deportados dos Estados Unidos, vindo do Arizona, chegou nesta quarta-feira (26) ao aeroporto internacional de Belo Horizonte, em Confins. Do total, 90 eram menores de idade, alguns com menos de dez anos. Este é o maior número de deportados em um único voo desde 2019.

Uma mulher que foi deportada com a filha de 5 anos afirmou que sofreu maus-tratos dos agentes da imigração por mais de dez dias enquanto aguardava ser deportada, segundo contou à TV Globo.

Uma equipe da Polícia Federal (PF) e comissários da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), que atuam nos cuidados com crianças e adolescentes, adotaram procedimentos ao receber os passageiros para verificar se as crianças pertencem a falsas famílias. Todas vão passar por uma triagem para comprovar paternidade e maternidade.

A PF disse que agora apura "como essas crianças saíram do território brasileiro", e que vai verificar "as condições às quais os menores foram submetidos durante esse processo".

Este é o 51º voo com deportados que chega ao país.

Deportações crescem com Bolsonaro

A corrida de brasileiros para entrada ilegal nos EUA cresceu assustadoramente no governo Jair Bolsonaro. De acordo com o órgão de fronteiras do país (Customs and Border Protection-CBP), de outubro de 2020 a setembro de 2021 (que corresponde ao ano fiscal estadunidense) cerca de 56.881 brasileiros foram detidos ao tentarem atravessar a fronteira com o México. No mesmo período anterior, em 2020, o número foi de 7.161 brasileiros deportados e em 2019, 17.983. Somente no último período foram deportados mais do que o dobro de brasileiros do que nos três anos anteriores somados.

Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg