Waldeck ingressa no PSB para ser candidato a federal


Os presidentes dos diretórios estadual, Alessandro Molon, e nacional, Carlos Siqueira, receberam Waldeck

Desfiliado desde ontem (16) do Partido dos Trabalhadores (PT) e candidatíssimo à Câmara Federal, o deputado estadual Waldeck Carneiro assinou hoje, quinta-feira (17), na sede nacional do Partido Socialista Brasileiro (PSB), em Brasília/DF, sua ficha de filiação na nova casa sob as bênçãos do deputado federal e presidente do diretório estadual do partido, Alessandro Molon, e do presidente nacional, Carlos Siqueira.

“O PSB é uma sigla situada no campo democrático-popular, com larga tradição de décadas na vida política brasileira e grandes quadros nos campos intelectual, artístico e nos movimentos sociais. Está vivendo um momento importante de refundação e redefinição de suas diretrizes na perspectiva da reafirmação do socialismo democrático e da construção de uma frente progressista no Brasil, ao lado de outros partidos do campo democrático-popular, para derrotar o que eu tenho chamado de ‘monstro de duas cabeças’. Por um lado, a cabeça do neofascismo, baseado em ódio, intolerância, violência e obscurantismo e, por outro lado, a cabeça do ultraliberalismo, que coloca o país de joelhos diante dos interesses do capital e entrega o patrimônio do povo brasileiro, as nossas riquezas e potencialidades para o controle dos interesses privados”, afirmou Waldeck.

O deputado crê que encontrará no PSB um terreno fértil para continuar travando suas mesmas lutas. “A perspectiva é da construção de uma frente que, com Lula na presidência da República, possa voltar a construir um cenário de combate às desigualdades regionais, sociais, raciais, de gênero e, ao mesmo tempo, de desenvolvimento social e econômico para gerar emprego e renda ao povo brasileiro. Vamos focar nos interesses do Estado do Rio de Janeiro e da nossa população, que vive uma crise profunda há algum tempo e que precisará de alternativas políticas progressistas, duradouras, de longo prazo, para superar este quadro. É uma nova etapa e vamos em frente na luta por democracia, direitos e pelos interesses do povo do Rio de Janeiro e do Brasil”, disse o deputado.

Além de Molon, Waldeck reencontra no PSB os ex-petistas Edson Santos (ex-ministro da Igualdade Racial no Governo Lula) e Carlos Minc, seu (agora) companheiro de bancada na Assembleia Legislativa do RJ e também ex-ministro lulista. Com Marcelo Freixo candidato a governador e o próprio Molon ao Senado, o atual parlamentar da ALERJ surge como favorito para puxar a legenda do PSB nas eleições deste ano como deputado federal. Sobre o ex-partido, Waldeck falou com carinho: "Orgulho-me da trajetória que cumpri no PT, pelo qual exerci cinco mandatos parlamentares (três como vereador e dois como deputado estadual) e colaborei, como secretário de Educação, em dois governos comandados pelo partido em Niterói. Agradeço a positiva história de relações, parcerias e lutas que vivenciei com todas as suas instâncias e com incontáveis filiados(as) e militantes", ressaltou o parlamentar.

300x250px.gif
728x90px.gif