728x90_2.gif

F1: mais rápidos e furiosos


Novo carro da Williams

O ano de 2017 promete na Fórmula 1. Com várias alterações na parte aerodinâmica, os carros se tornaram mais largos e agressivos. A previsão é de que com pneus maiores e mais pressão aerodinâmica, os carros consigam contornar curvas com mais velocidade (até 40km/h mais velozes). Dessa forma, cresce a exigência em cima dos pilotos, que buscam se adequar o mais breve possível a esta nova realidade. Entenda as principais mudanças:

  • Pneus mais largos e de material resistente, fazendo com que o desgaste seja menor, diminuindo o número de paradas nos boxes;

  • Asa dianteira maior, permitindo que os pilotos possam ficar mais perto do adversário;

  • Asa traseira mais baixa e mais larga;

  • Assoalho maior, dando mais estabilidade em altas velocidades;

  • Carroceria cerca de 20kg mais pesados, com isso os pilotos poderão acelerar durante mais tempo em uma volta;

  • Combustível, que era limitado a 100kg por corrida, passa a ser de 105 kg.

  • Motor é o mesmo. A diferença é que em 2017 não haverá o sistema de tokens, que possibilitava um desenvolvimento limitado dos motores. Neste ano, será ilimitado, trazendo um maior equilíbrio ao longo da temporada. Além de gerar um som mais alto.

A temporada 2017 da Fórmula 1 começa no dia 26 de março, com o GP da Austrália (Melbourne).


1/3