Câmara de Niterói veta moção a ministro da educação de Bolsonaro


Foto: Divulgação/Redes Sociais

Os vereadores de Niterói rejeitaram a proposta de conceder uma moção de aplausos ao ministro da educação do governo Bolsonaro, Milton Ribeiro. A iniciativa foi do parlamentar bolsonarista Douglas Gomes (PTC) e recebeu 12 votos contrários.


Douglas afirmou na justificativa do projeto que a Câmara de Niterói "não poderia deixar de homenagear, aplaudir e reconhecer o excelente serviço prestado ao povo brasileiro pelo Ministro da Educação Milton Ribeiro, que vem exercendo um trabalho inovador frente ao Ministério da Educação".


Mal o presidente da Câmara Municipal, Milton Cal, havia terminado de ler o texto da moção, os primeiros votos contrários começaram a ser declarados. A primeira se manifestar contrária foi a vereadora Verônica Lima (PT). Walkiria Nichteroy (PCdoB) também fez críticas ao texto e classificou a iniciativa como "piada".


“Essa homenagem é uma piada no momento em que o Brasil volta a ter índices de analfabetismo absurdos, fazendo o país voltar no a ser um dos primeiros na estatística dessa triste situação. Por isso, também voto contra”, disse.


O vereador Jhonathan Anjos também fez críticas ao trabalho do ministro e disse que a Câmara tinha a "responsabilidade" de rejeitar a proposta.


“É necessário repudiar os atuais retrocessos do governo federal de ataque à educação pública, principalmente o que é feito contra as universidades públicas federais. E só vamos combater as desigualdades através da universalização da educação pública para todos”, disse.

300x250px.gif
728x90px.gif