top of page

Curto circuito deixa quiosques sem energia no Peró

Sem energia elétrica há três dias, os proprietários de quiosques na Praia do Peró vão amargar prejuízos no fim de semana. Um curto circuito, provocado por obra mal feita, provocou um apagão em seis quiosques, que recebem a maioria dos clientes aos sábados e domingos. Eles temem que o problema não seja resolvido pelos responsáveis antes do início da alta temporada de verão, logo após o Natal.

Divulgação

Um técnico contratado pelos quiosqueiros constatou que o sistema elétrico fechou curto na rede subterrânea devido a uma obra de esgotamento sanitário dos quiosques feita pela concessionária Prolagos a pedido da Prefeitura. A solução, segundo ele, é puxar todos os cabos, com risco de danos ao sistema, ou então quebrar o piso entre os quiosques para se fazer uma nova ligação.


"O problema é decorrente de obra mal feita na orla. Deixaram restos de concreto nas caixas de passagem da fiação elétrica dos quiosques no início da orla. Quando chove, a água da calçada não tem vazão e acaba cobrindo o sistema elétrico. A situação está cada dia pior e somos vítimas de um jogo político", lamentou o presidente da Associação dos Quiosques do Peró, Luciano Caetano.


Na tentativa de solucionar o problema, a associação já procurou o prefeito José Bonifácio e a secretarias de Obras e de Meio Ambiente, mas tudo em vão:


"Os proprietários dos quiosques estão desesperados. Levaram os produtos perecíveis para casa, mas precisam trabalhar e atender os turistas. Há um clima de tensão por falta de providências das autoridades", reclamou Luciano.


Conforme noticiado pelo TODA PALAVRA, há alguns meses a Associação dos Quiosques também vem alertando para o risco de acidentes nas duas caixas de energia que abastecem os quiosques, nas duas extremidades da orla do Peró.


Os medidores e a fiação estão expostos, com grave risco de acidentes principalmente para as crianças. Os proprietários de quiosques se comprometem a fazer a manutenção, mas alegam que precisam de autorização e orientação técnica da concessionária Enel e da Prefeitura, que construiu o sistema elétrico da orla.

Kommentare


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page