top of page

Emusa conclui mais sete obras de contenção em Niterói

A Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) concluiu, nas últimas semanas, sete obras de contenção de encostas em diferentes locais da cidade. As intervenções integram o eixo Clima e Resiliência do Plano Niterói 450 e, somadas, representam um investimento que ultrapassa os R$ 45 milhões. Em outros pontos, como Alameda São Boaventura e Estrada da Cachoeira, os trabalhos estão em estágio avançado.

Foto: Douglas Macedo / Prefeitura de Niterói

Na Travessa São Sebastião, região central da cidade, a obra era aguardada há muitos anos por moradores. São mais de 80 famílias do Morro do Estado beneficiadas e protegidas pela contenção, que ocupa uma área de 1.034m². É uma das intervenções com papel estratégico para o planejamento da cidade, porque, além de melhorar a infraestrutura local e aumentar a segurança dos moradores, ainda contou com moradores da comunidade no quadro de funcionários do empreendimento.


O prefeito de Niterói, Axel Grael, lembra que, desde 2013, a Prefeitura tem investido fortemente em obras de contenção de encostas em toda a cidade, em um dos mais expressivos programas de resiliência do país.


“Temos hoje um dos maiores programas de resiliência do Brasil. São obras que nem sempre aparecem, mas são muito importantes porque salvam vidas. Tenho certeza de que, com essas obras, teremos uma Niterói com uma infraestrutura melhor, mais sustentável, com mais oportunidades para a população e com mais justiça social. Essas ações são responsáveis por salvar vidas, dar dignidade aos moradores, além de garantir qualidade de vida através da defesa do clima”, destacou.


Também na região central de Niterói, no Bairro de Fátima, a Rua Luiz Murat agora conta com uma contenção de 95 metros de extensão. No local, também foi executada a nova rede de drenagem, melhorias na calçada e instalação de guarda-corpo. Em Santa Rosa, Zona Sul, foi concluída a contenção de encostas na Rua Padre Emilio Miotti.


Na Zona Norte, a Rua Hélio recebeu uma cortina atirantada de 60 metros de extensão, melhoria dos acessos e colocação de guarda-corpo. Recentemente, a Emusa concluiu outras intervenções pela região em ruas como Zuleica Brasil, Santo Cristo e Travessa Bernardes. Na mesma região, a Alameda São Boaventura, em direção à RJ-104, recebeu uma contenção que cobre uma extensão de 161 metros em frente ao Hospital Getúlio Vargas Filho, que está em fase final de acabamento.


Na Estrada da Cachoeira, via que liga a Zona Sul a Pendotiba e à Região Oceânica, as obras estão em fase final. Além da estabilização de talude, a intervenção teve como diferencial a instalação de uma tela de alta resistência de 4.380 metros para impedir a queda de lascas de rocha na via, onde há grande fluxo de veículos e pedestres. A nova contenção cobre a extensão de aproximadamente 100 casas.


Para Eduardo Conceição, de 35 anos, morador da Rua Manoel Loureiro de Freitas desde que nasceu, a obra muda a realidade da região. Ele lembra que, nas chuvas que castigaram a cidade em 2010, os vizinhos tiveram que sair de suas casas por meses.


“Por muitos anos, a gente colocava sacola nos pés para entrar em casa quando chovia. Para dormir, era com um olho fechado e outro aberto. Em dias de temporal, era certeza de lama e insegurança. Hoje, vivemos outra realidade, porque a rua foi pavimentada, temos infraestrutura e nos sentimos muito mais seguros”, relatou.


O trabalho na Estrada da Cachoeira integra um pacote de 10 pontos na região de Pendotiba beneficiados por contenção de encostas, entre eles, as recentemente concluídas obras do Campo do Barreira, Travessa Nossa Senhora de Lourdes e Ludovico.


As obras de contenção estão inseridas em um dos maiores programas de resiliência do País, executado pela Prefeitura de Niterói. São mais de 70 intervenções deste tipo em andamento no município, focadas em levar segurança e infraestrutura para os niteroienses em todas as regiões da cidade.


Plano Niterói 450


O Plano Niterói 450 Anos prevê R$ 2 bilhões em investimentos entre 2022 e 2024. O objetivo é ampliar e qualificar os serviços prestados à população niteroiense nos 450 anos de fundação da cidade, comemorados em 2023. A expectativa é que o município tenha o maior volume de obras de sua história para levar infraestrutura e segurança a diversos bairros.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page