top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Estado lança edital para aquisição do Sistema de Videomonitoramento

A aquisição de novas câmeras equipadas com softwares de reconhecimento facial, leitura de placa de veículos e sensores de alarme, dará inicio ao processo de implantação do Sistema de Videomonitoramento Urbano, inaugurando mais uma etapa na segurança pública do Rio com emprego de tecnologia de ponta. O edital de licitação para contratação das câmeras será publicado no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro esta semana, representando um investimento estimado em mais de R$ 84 milhões.

Freepik

"Essa nova aquisição do nosso governo será fundamental para ampliarmos a estrutura tecnológica voltada para a segurança pública. O novo sistema de monitoramento dará maior efetividade às ações dos nossos policiais, começando pela capital e, em seguida, avançando para outros municípios da região metropolitana e do interior do estado", disse o governador Cláudio Castro.


Nessa primeira fase do projeto, as câmeras serão instaladas na capital do estado em vias expressas, túneis e orla. Todas as novas câmeras estarão interligadas ao Sistema Security Command, adquirido no final do ano passado e já instalado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro.


Além de viabilizar o Sistema de Videomonitoramento Urbano, o Security Command foi concebido para estar conectado a diferentes plataformas tecnológicas empregadas na área de segurança. Entre essas plataformas, estão o Serviço 190 e câmeras e sensores de instituições públicas e privadas, que serão inseridas no sistema por meio de chamamento público programado para breve.


De acordo com as especificações previstas na licitação, as câmeras terão duas finalidades específicas. Um lote estará equipado com software de reconhecimento facial para monitorar a orla da capital, começando pelo Leme, na Zona Sul, e se estendendo até a Barra de Guaratiba, na Zona Oeste.


O outro lote de câmeras, com softwares de leitura de placas de veículos, estará distribuído ao longo de duas vias expressas - linhas Amarela e Vermelha - e em quatro túneis - Santa Bárbara, Rebouças, Alaor Praça (Túnel Velho) e Zuzu Angel.


Os dois grupos de câmeras serão equipados com o software de análise comportamental, dispositivo que emite um alarme quando o sistema identifica situações suspeitas, como, por exemplo, uma pessoa escalando uma cerca ou um poste.


"Este é mais um exemplo da importância do emprego de ferramentas tecnológicas na área de segurança pública. Além das aquisições de novos equipamentos feitas pelo Governo do Estado, estamos investindo muito na capacitação da nossa tropa, tanto dos operadores lotados no CICC quanto dos policiais que atuam na ponta", afirma o secretário da SEPM, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.


A nova tecnologia permitirá que as imagens geradas pelas câmeras, com as respectivas informações adicionais programadas pelos softwares, sejam transmitidas em tempo real para uma central de operação no CICC. Caso as câmeras identifiquem, por exemplo, veículos roubados ou pessoas com mandado de prisão em aberto, o setor de despacho de viaturas do Serviço 190 será imediatamente acionado pelo sistema para agilizar a abordagem.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page