top of page
banners dengue balde niteroi 728x90 29 2 24.jpg

Flávio: 'Niterói vai sintetizar processo político no Brasil'


Ao lado da sua candidata a vice, Josiane Peçanha, Serafini aposta na nacionalização da eleição em Niterói

O desembarque das principais forças bolsonaristas em Niterói para fortalecer a musculatura política de uma provável candidatura do deputado federal Carlos Jordy (PSL) na disputa pela sucessão do prefeito Rodrigo Neves (PDT) pode refletir na cidade a imagem do embate político-ideológico travado hoje no país.

Em seu primeiro dia já como candidato oficial do PSOL à prefeitura de Niterói - a chapa formada com a professora Josiane Peçanha foi confirmada em convenção realizada nesta terça-feira (8) -, o deputado estadual Flávio Serafini analisou desta forma o quadro político desenhado na cidade pelas últimas articulações partidárias.

"Niterói vai sintetizar o processo político que existe hoje no Brasil", disse ao TODA PALAVRA o parlamentar. "Essa provável candidatura (de Jordy) vai colocar de forma mais real o embate que temos hoje no país, entre o modelo autoritário e as forças democráticas".

O lançamento de um nome tão próximo ao clã Bolsonaro - Jordy é íntimo da família e, com o apoio do grupo político, obteve cerca de 200 mil votos para deputado federal, depois de uma breve passagem como vereador em Niterói - significa que a extrema direita jogará todas as suas fichas na cidade.

Flávio Serafini concorda que uma polarização política esquerda-direita, transformando o pleito municipal quase que em uma eleição plebiscitária em torno do governo Bolsonaro, poderá favorecer a candidatura de um partido mais ideológico que se oponha ao establishment, como o PSOL. "Isso, sem dúvida, aumenta a centralidade do nosso processo", reconhece.

Segundo ele, as últimas definições partidárias mostram o quadro eleitoral da cidade dividido em quatro campos distintos, com o PSOL à esquerda, o bolsonarismo à direita e mais "duas candidaturas de centro-direita": a de Axel Grael, do PDT e mais um amplo arco de partidos coligados, e a da chapa a ser formada pelos atuais pré-candidatos Felipe Peixoto (PSD) e Bruno Lessa (DEM), cuja aliança o TODA PALAVRA anunciou em primeira mão na semana passada.

Lembrando ser o deputado estadual mais votado da cidade, Serafini se diz animado e otimista em relação às suas chances eleitorais, apesar de ter figurado em quarto lugar - bem atrás dois primeiros colocados, Axel Grael e Felipe Peixoto, na última pesquisa divulgada pelo instituto Paraná Pesquisas. Mesmo acreditando na nacionalização dos temas da campanha, ele demonstra não querer perder de vista o foco local da eleição.

"Não podemos falar em uma terra arrasada, mas Niterói é uma cidade com muitas desiguladades que precisa ser arrumada. Temos hoje uma administração que prefere gastar mais dinheiro com segurança do que com assistência social, e isso tem que ser mudado", preconiza Serafini.

Comments


Chamada Sons da Rússia5.jpg
banners dengue balde niteroi 300x250 29 2 24.jpg
Divulgação venda livro darcy.png
bottom of page