Kiev sob ataque intenso. Zelensky teria deixado a capital


Ataques russos atingiram reservatório de petróleo ​​em Vasylkiv, a 40 quilômetros de Kiev (Ucrânia agora/Telegram)

O domingo, 27 de fevereiro, começou na Ucrânia com notícias de intensos bombardeios russos sobre a capital ucraniana, Kiev. Já nas primeiras horas da madrugada um reservatório de petróle, a 40 quilômetros da cidade, foi atingido por mísseis inimigos e se encontra em chamas. O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, teria deixado a capital, indo se refugir na cidade de Lviv.

Segundo a agência de notícias russa Sputinik, Vyacheslav Volodin, presidente da Duma, a câmara baixa do Parlamento da Rússia, disse neste sábado sábado (26) que Vladimir Zelensky deixou Kiev às pressas e se dirigiu para o oeste da Ucrânia.

"Zelensky abandonou apressadamente Kiev. Ele já não estava ontem [25] na capital da Ucrânia. Ele, junto com sua comitiva, fugiu para Lvov, onde foi preparado um alojamento para ele e seus assistentes", afirmou Volodin no seu canal no Telegram.

A invasão da Ucrânia, iniciada em 24 de fevereiro, já matou pelo menos 198 pessoas em três dias de guerra. Várias cidades e aldeias ucranianas foram bombardeadas, atacadas com mísseis, helicópteros, tanques e navios, enquanto as forças terrestres começaram a invadir várias partes do país.

Até o momento, o exército da Rússia destruiu ao todo 821 alvos da infraestrutura militar ucraniana, de acordo com o general-major russo, Igor Konashenkov. Entre eles estão 14 aeródromos militares, 19 pontos de controle e manutenção, 24 sistemas de defesa antiaérea S-300 e Osa, 48 estações por rádio. Foram abatidos 7 aviões, 7 helicópteros, 9 drones; destruídos 87 tanques e outros blindados.


Primeiros combates do domingo

A seguir, os últimos despachos enviados até o final da noite deste sábado, 26, pela agência de jornalistas independentes britânicos The Kiev Independent, relatando os acontecimentos até o início da manhã de domingo, 27, na Ucrânia:


1:00 da manhã

Hostomel, Kiev Oblast: Coluna de forças especiais russas derrotadas perto de Hostomel “Kadyrovites”, assim chamada em homenagem ao chefe da República da Chechênia Ramzan Kadyrov. De acordo com fontes do Canal 24, os militares ucranianos explodiram um escalão de 56 tanques que incluía o general Magomed Tushayev, que foi morto.

Kharkiv, Kharkiv Oblast : O canal de TV russo Dozhd relatou intenso bombardeio em Kharkiv.

Vasylkiv, Kiev Oblast : Esta cidade a 33 quilômetros de Kiev está sob forte ataque, de acordo com várias testemunhas oculares que falaram com o The Kiev Independent. O prefeito da cidade confirmou que a Rússia bombardeou um depósito de petróleo.


Vídeo mostra o bombardeio de reservatório de petróleo


Uma testemunha ocular descreveu o som de pequenas explosões, cada uma seguida por uma nuvem de chamas. A fumaça é extrema, disse a testemunha ocular. Uma segunda testemunha ocular disse que ouviu um rugido que soou como um trovão, seguido por fogos de artifício altos, levando-os a acreditar que o bombardeio começou.

Uma terceira testemunha ocular que mora perto da rua Demiivska em Kiev pode ver as explosões em Vasylkiv de sua casa.

Kiev, Kiev Oblast: Uma forte explosão soou perto da ponte Paton que liga a margem esquerda e direita de Kiev, seguida de fogo, de acordo com um correspondente da Ukrinform que testemunhou o evento.

A CNN informou que duas grandes explosões iluminaram o céu noturno a sudoeste de Kiev com uma detonação que parecia estar a aproximadamente 20 quilômetros do centro da cidade.


Borbardeios sobre a cidade de Kharkiv


12h30

De acordo com o Centro de Comunicações Estratégicas da Ucrânia, os militares têm as seguintes atualizações.

Kharkiv, Kharkiv Oblast: A cidade permanece sob controle ucraniano e os militares conseguiram defender um ataque de tanques, veículos blindados e outras tecnologias. Prédios residenciais foram danificados e há vítimas.

Sumy, Sumy Oblast: A cidade permanece sob controle ucraniano e está sob fogo de artilharia. Há vítimas. As forças armadas destruíram um comboio de combustível, levando vários russos cativos.

Luhansk Oblast: As forças russas continuaram tentando tomar pontos de população, movendo-se de Bilhorod para Starobilsk. De acordo com os militares, as forças russas não conseguiram cruzar as fronteiras de Luhansk e Donetsk Oblasts.

Kherson Oblast: Nas cidades de Skadovsk e nos arredores da cidade de Kherson, o inimigo atravessou a fronteira e as batalhas “ferozes” estão em andamento.

Mar Negro: A força aérea destruiu um caça russo Su-30 SM.

300x250px.gif
728x90px.gif