Niterói terá serviço de ônibus gratuito nas eleições

A Prefeitura de Niterói determinou a suspensão da cobrança da tarifa pública no transporte público coletivo no município no próximo domingo (2/10), entre 0h e 23h59. O objetivo é facilitar o deslocamento das pessoas para a votação no primeiro turno das eleições. De acordo com o decreto, publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (30/9), a medida valerá também no dia 30 de outubro, em caso de segundo turno.

Divulgação / Prefeitura de Niterói

O Prefeito de Niterói, Axel Grael, em postagem nas redes sociais ressaltou que a medida vai estimular os eleitores a praticar o exercício da cidadania. Ele também avisou que não será necessário mostrar o título de eleitor para ter a gratuidade.


“No próximo domingo, o transporte por ônibus municipais em Niterói não será cobrado. Não será preciso mostrar o título de eleitor. Esse é o momento de exercer a democracia através do voto”, ratificou ele.


O decreto prevê ainda que todo o Serviço de Transporte Público Urbano de Niterói deve operar com toda a frota regularmente disponibilizada em dias úteis, para atender ao fluxo extraordinário de pessoas em trânsito para as suas respectivas zonas eleitorais.


Niterói é a segunda cidade a adotar tal prática. O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes também divulgou na quinta-feira (29/9), por meio das redes sociais, que os ônibus e o BRT terão custo zero aos moradores que vão utilizar os meios para votar.


O gesto foi adotado após o prefeito de Porto Alegre (RS), Sebastião Melo, suspender o passe livre que garantiria passagens gratuitas no transporte público daquela cidade no dia da eleição. A decisão vem sendo muito criticada, já que limita aos eleitores de menor poder aquisitivo o direito de voto.


Além disso, poderia servir de motivo a certos candidatos para oferecerem irregularmente os meios de transporte aos eleitores em troca de votos, o que é crime eleitoral.



300x250px.gif
728x90px.gif