PM dispersa 'bloco das piranhas' a tiros e bombas de gás

Dois "blocos das piranhas" que insistiram em sair, desafiando a proibição de aglomerações em função da pandemia de coronavírus, tiveram que ser dispersados pela Polícia Militar à base de tiros de balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo. O primeiro foi em Magé, onde os policiais conseguiram convencer os foliões a desligar o som do trio elétrico e desfazer o ajuntamento de pessoas na praça em frente à prefeitura.

No segundo caso, porém, ocorrido em Austim, distrito de Nova Iguaçu, a PM teve de recorrer às armas não letais porque, depois de serem advertidos sobre a proibição das manifestações carnavalescas, dezenas de foliões tenetaram burlar os policiais, reunindo-se em outro local.

Houve corerria e confusão pelas ruas da cidade. Veja o vídeo da confusão:







Toda Palavra_Banner_300x250_Celular.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg