top of page

Unidade de saúde no Fonseca é inaugurada com presença de ministra

Na manhã desta quinta-feira (11/5), a Prefeitura de Niterói inaugurou o módulo do Programa Médico de Família do Bernardino, no Fonseca, zona norte da cidade. O investimento para as obras na unidade, que foi inaugurada em 2011 e atende mais de 5 mil pessoas, foi de cerca de R$ 350 mil. O evento contou com a presença da Ministra de Saúde, Nísia Trindade.

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

O prefeito de Niterói, Axel Grael, ressaltou a importância do Programa Médico de Família para a cidade.


“O Médico de Família foi um grande avanço e um grande legado de Niterói para o Brasil, porque começou aqui e foi para outras cidades, estados e até mesmo como modelo para as políticas públicas nacionais. Esse ano, Niterói completa 450 anos e estruturamos o maior ciclo de investimentos para a cidade. Na área da saúde, teremos a implantação de novas unidades, a recuperação de praticamente todas as unidades do médico de família, modernização e digitalização de todos os nossos procedimentos. Quero ressaltar que prezamos muito essa relação institucional porque quando as instituições trabalham juntas o resultado é muito melhor e quando as instituições disputam, quem perde é a população”.


O ex-prefeito e atual secretário Executivo, Rodrigo Neves, destacou a transformação que Niterói passou nos últimos anos.


“Quero fazer um registro, nesses últimos 10 anos, nós transformamos Niterói. Pegamos, em 2013, uma cidade quebrada, endividada, sem projeto estratégico e com seu orgulho ferido. Hoje temos a primeira cidade com Tripleway no Brasil (brAAA - na escala global, o melhor índice entre as avaliações públicas realizadas pela agência internacional de classificação de risco Standart & Poor's para manter o grau de investimento), uma cidade que tem projeto estratégico e orgulho resgatado. É muito simbólico a gente receber na nossa cidade a primeira ministra mulher do Ministério da Saúde, uma pessoa com apreço pela ciência, profissional de saúde, sanitarista e que participou da implantação do projeto do Wolbachia em Niterói que hoje tem os melhores resultados no combate à dengue no país”.


A ministra da Saúde veio de Brasília para a inauguração da nova unidade. Para Nísia Trindade, Niterói é um exemplo em vários programas.


“O mundo hoje discute um tratado para futuras emergências em saúde. Qual o segredo desse trabalho? O primeiro é mobilizar a comunidade científica para respostas, mas saber que as respostas não são únicas, elas envolvem muitos fatores. E aqui em Niterói houve o cuidado epidemiológico e houve proteção social. Niterói, como eu disse, é um exemplo em vários programas. Vejo esse momento de hoje como um marco de um processo de intenso trabalho do município e, da parte do Ministério da Saúde, como uma reafirmação do compromisso de seguirmos juntos. Minha fala aqui é de afirmação de compromisso e de agradecimento. Como carioca, sinto orgulho de Niterói!”, disse ela.

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

Diversos ambientes do PMF do Bernardino foram entregues completamente renovados, com mobiliário e equipamentos médicos e odontológicos novos: recepção/ espera; sanitário PCD feminino e masculino e sanitário para pacientes; sanitário para funcionários; três consultórios completos; sala de saúde bucal; sala de observação clínica; sala de vacina; expurgo; almoxarifado; sala de procedimentos; administração; sala de agentes comunitários de saúde; sala de curativos; abrigo de resíduos; copa externa; sanitário externo; e depósito de material de limpeza.


Segundo a secretária municipal de Saúde, Anamaria Schneider, "esse é um novo ciclo de entrega. Niterói tem uma história muito bonita na saúde pública, é pioneira e precursora do movimento sanitário brasileiro e uma referência para a saúde pública no Brasil. Niterói é uma cidade progressista, que tem história e que vai avançar cada vez mais com a seriedade, com a dedicação e o compromisso que a prefeitura tem com a sua população”.


A presidente da Associação de Moradores do Bernardino, Denise Viana agradeceu em nome da comunidade.


“Vamos construir coisas muito melhores com essa equipe que está aqui comprometida com o trabalho. Essa unidade não atende só os moradores da região, mas de todo o redor do Fonseca que é um contingente muito grande de atendimento”.

Foto: Lucas Benevides / Prefeitura de Niterói

Atualmente a unidade conta com três equipes compostas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e agente comunitário de saúde e possui 5.025 pessoas cadastradas para atendimento.


Com a reforma, a unidade passou a estar adequada dentro das normas de acessibilidade, com sanitários, incluindo PCD; piso tátil direcional e de alerta com rota acessível desde o início da rampa até o balcão de recepção; na área externa foram instalados guarda-corpo e corrimão metálicos com pintura esmalte, também em conformidade com as normas de acessibilidade.


As obras também envolveram intervenções com a finalidade de adequar as instalações existentes, especialmente o sistema elétrico, com novo quadros de energia e distribuição dos circuitos, nova iluminação, além da instalação de rede de lógica para se adaptar ao novo sistema de prontuário eletrônico que está sendo implantado em toda a rede.


As obras previam ainda a substituição de todas as telhas existentes e instalação de calhas e climatização com instalação de ar-condicionado.


Investimentos em Saúde


A Prefeitura de Niterói vem investindo em melhorias na Saúde, principalmente no Programa Médico de Família, desde 2013. A cobertura do programa nas áreas vulneráveis do município subiu de 59% para 83%, desde então. Niterói foi o primeiro município do Brasil a ter um Médico de Família, baseado na experiência cubana de medicina familiar.


O primeiro módulo foi inaugurado em 1992. Hoje, cerca de 200 mil usuários são cadastrados no PMF da cidade. Comparado ao ano de 2018, há um aumento de 50% no número de cadastros nos módulos.


A Prefeitura prevê a reforma de 70 unidades até 2024, com o aporte de R$ 260 milhões em reformas, ampliações e construção e mais R$ 40 milhões para renovação de equipamentos e mobiliários. O Programa Médico de Família receberá reformas em 30 unidades ao longo de três anos.


Em 2022, seis reformas foram iniciadas, nos módulos do Médico de Família do Maravista, Ititioca, Ponta D’Areia, Badu e Bernardino. As unidades do PMF do Baldeador e da Vila Ipiranga foram entregues. Em 2023, serão iniciadas as obras no PMF do Engenho do Mato, Caramujo, Ilha da Conceição e Nova Brasília.


Fonte: Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

Yorumlar


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page