top of page

Vice-prefeita de Paris visita projetos de agricultura em Maricá


Foto: Reprodução

A cidade de Maricá recebeu nesta segunda-feira (24/10) a visita da vice-prefeita de Paris, na França, Audrey Pulvar, para conhecer os projetos na área de agricultura urbana e familiar da cidade. A convite do secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca de Maricá, Julio Carolino, Audrey esteve na Praça Agroecológica de Araçatiba, na Fábrica Municipal de Vegetais Desidratados, em Ubatiba, e na Fazenda Pública Joaquin Piñero, no Espraiado.


Em Araçatiba, a vice-prefeita de Paris foi apresentada aos canteiros de hortaliças e temperos, que são cultivados em plena área urbana e distribuídos à população – o que impressionou a francesa. “Há cerca de 40 hectares de plantações nos arredores de Paris, mas nada parecido com o que vi aqui, com distribuição da produção aos moradores. Incrível essa iniciativa”, afirmou ela.


Julio Carolino explicou que Audrey nunca tinha ouvido falar da cidade, mas aceitou o convite feito pelo secretário durante o 8º Fórum Global do Pacto de Política Alimentar Urbana, realizado na última semana, no Rio. O evento reuniu os 27 secretários de Meio Ambiente das capitais do Brasil, além de Maricá e Niterói, com representantes de outras 162 cidades do mundo, como Copenhagen, Chicago e Washington.


“Ela aceitou o nosso convite e disse ter achado a cidade muito bonita. Também nos convidou para levar as experiências daqui para Paris”, disse o secretário.


Sobre a possibilidade de implantar projetos semelhantes na França, Audrey afirmou que é necessário vencer a resistência dos produtores franceses.


“No perímetro da cidade falta espaço para iniciativas semelhantes às daqui, e os agricultores também não estão familiarizados com o próprio conceito de agricultura urbana. Também por isso eu quis vir até aqui: a troca de experiências é um dos fundamentos do Pacto de Milão, do qual as duas cidades são signatárias”, disse ela, que é vice-prefeita para a agricultura e agroecologia na capital francesa.


Maricá no Pacto de Milão


O prefeito Fabiano Horta assinou no dia 8 de março o documento que oficializou a entrada do município no Pacto de Milão, o mais importante fórum mundial sobre segurança alimentar, sustentabilidade e combate ao desperdício.


Na ocasião, a cidade lançou também sua candidatura a um projeto internacional da FAO (órgão das Nações Unidas para alimentação e agricultura). Para concorrer, a Prefeitura listou 12 programas municipais que dão acesso à população de baixa renda a refeições balanceadas e saudáveis, como as Praças Agroecológicas, as hortas comunitárias, o Restaurante Municipal, entre outros.

300x250px.gif
728x90px.gif