Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle

Editorial: O dia do milagre

October 25, 2018

 

O Brasil precisa de um milagre.

 

Entre tantas necessidades prementes do país, que vão da transformação da vida política em uma prática respeitável e honesta à superação da crise econômica que humilha milhões de compatriotas à margem do trabalho e da própria dignidade, a mais urgente de todas é a preservação da democracia.

 

De todos os caminhos escabrosos desses tempos sombrios, o mais tenebroso deles é, sem dúvida, o do ódio, da intolerância e da violência, que conduz fatalmente ao rompimento da liberdade. É o preâmbulo da completa escuridão, onde os piores instintos são liberados sem o controle do estado de direito.

 

Estamos, mais uma vez, no limiar dessa barbárie e só um milagre poderá agora detê-la porque muitas das pessoas de bem, muitos dos que acreditam nos valores da justiça e do patriotismo foram levados a crer nos rompantes de um falso moralista, que invoca com seus lábios impuros o nome de Deus, mas cuja atividade política como deputado ao longo de 28 anos nada mais produziu do que ameaças, xingamentos e ultrajes.

 

A decepção política, a falta de trabalho e a ausência de soluções que reduzam a insegurança de se viver em uma sociedade cada vez mais violenta e hostil criaram uma impensável inversão de valores. Fizeram com que cristãos verdadeiros trocassem os ensinamentos de amor, paz e perdão do homem de Nazaré por um discurso degradante de ofensas, ameaças e discriminação. As chagas dos suplícios de Cristo e o assassinato de Jesus pelos tiranos certamente não sensibilizam a besta-fera que prega abertamente a tortura e a violência e que seduz de forma incompreensível muitos dos crentes - católicos e evangélicos.

 

Hoje os olhos dos ateus, dos gnósticos, dos espíritas, dos desviados da fé e de todos aqueles que não foram iludidos pela linguagem irascível de Jair Bolsonaro se voltam para o Deus da Bíblia. Eles clamam por um milagre. Esperam pelo milagre de ver as escamas caindo dos olhos dos filhos do Deus vivo.

 

Domingo é dia de milagre. É dia de congregar e de buscar a Deus pela manhã, antes de qualquer outra coisa. Antes mesmo do dever cívico decisivo que temos este ano com a nossa Nação.

 

É dia de tirar as traves dos olhos de nossos irmãos para que não se tornem cegos, guias de cegos, e a todos nos façam cair no precipício da barbárie e do fascismo.

 

O Brasil está diante de dois caminhos. Um, o do ódio, da intolerância e da violência; o outro, o da democracia e da esperança de fazermos deste país o berço de uma civilização eleita para propagar, a partir do Hemisfério Sul, uma mensagem de amor e de justiça para o resto do mundo.

 

As pedras estão clamando pelo milagre. E você?

 

Please reload

Leia também:
Please reload