top of page

Estado entrega obra que vai ajudar a despoluir Baía de Guanabara

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas), entregou, nesta segunda-feira (5/6) – Dia Mundial do Meio Ambiente - o Coletor Tronco Manguinhos. A estrutura tem capacidade de coletar 1.293 litros de esgoto por segundo, o equivalente a 44 piscinas olímpicas de esgoto por dia que receberão tratamento, e terá impacto positivo direto na qualidade da água da Baía de Guanabara. Serão beneficiadas cerca de 600 mil pessoas, principalmente moradores da Zona Norte.

Foto: Rogério Santana / Governo do Estado do Rio

A obra, que compreende a implantação de 4,6Km de coletor tronco, e foi uma das promessas para as Olimpíadas do Rio em 2016, teve investimento de mais de R$ 125 milhões. A estrutura vai conectar o coletor tronco à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Alegria, administrada pela concessionária Águas do Rio.


"O Governo do Estado tem tido um olhar atento para as questões de saneamento ambiental no Rio de Janeiro e entende que a adaptação e resiliência climática têm relação direta com os serviços de tratamento de esgoto. Inaugurar uma obra de saneamento é mais que uma obra, é dignidade, uma questão de saúde pública. O meio ambiente é uma prioridade para nós, é nosso diamante. Não tenho dúvidas que, em virtude do trabalho do vice-governador e secretário Tiago Pampolha, em breve, o Rio de Janeiro será referência em questões ambientais", ressalta o governador Cláudio Castro.


Ao lado do governador, o vice-governador e secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, explicou que outros pontos serão ligados ao coletor tronco Manguinhos, ao longo do mês de junho.


"O esgoto in natura coletado pela estrutura deixará de seguir para a Baía de Guanabara. Essa é uma das obras de saneamento mais importantes do Governo do Estado. Ao longo desse mês, vamos interligar 15 pontos de entrega de esgoto no coletor. Estamos trabalhando para cumprir as metas designadas pelo governador Cláudio Castro. O Rio de Janeiro é o estado da economia verde, é o estado do saneamento básico e do meio ambiente", afirma o vice-governador e secretário de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.


O presidente da concessionária Águas do Rio, Alexandre Bianchini, falou dos resultados positivos da concessão.


"Temos trabalhado muito neste último ano e as melhorias na balneabilidade já são visíveis nas praias do Rio, na Marina da Glória, em Paquetá e na Ilha do Governador. Com todo o investimento feito, em breve entregaremos a Baía de Guanabara de volta para o povo, recuperada", afirmou Bianchini.


Além do impacto na Baía de Guanabara, a estrutura vai melhorar a vida de moradores dos bairros de Bonsucesso, Benfica, Jacaré, Jacarezinho, Engenho Novo, Lins de Vasconcelos, Méier, Riachuelo, Rocha, Mangueira e Sampaio, incluindo os Complexos de Manguinhos e do Jacaré.


"Essa obra vai trazer mais qualidade de vida para nós, moradores da região. Quem mora em comunidade sempre pensa sobre o que vai deixar para os filhos. E ver isso acontecendo, depois de tantos anos, nos invade de gratidão. Esse é um legado que fica para os nossos filhos", diz Sergio Gama, morador de Benfica.


Novas obras para 2024


Outra frente de trabalho, a construção do coletor tronco Faria Timbó, tem conclusão prevista para o ano de 2024. Serão mais de 6 mil Km para a captação do esgoto dos bairros de Ramos, Bonsucesso, Olaria, Del Castilho, Inhaúma, Tomás Coelho, Rocha, Higienópolis, Engenheiro Leal, Cavalcanti, Engenho de Dentro, Pilates, Maria da Graça, Encantado, Todos os Santos, Piedade, Cascadura, Madureira, Oswaldo Cruz, Marechal Hermes e Complexo Habitacional do Alemão, assim como a destinação dos resíduos para tratamento na Estação de Tratamento de Esgoto Alegria, já existente.


Fonte: Núcleo de Imprensa do Governo do Estado do Rio de Janeiro

Comentários


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page