Estátuas de Paulo Gustavo são 'parada obrigatória' em Niterói

A decoração de Natal do Campo de São Bento é, sem dúvida, uma grande atração para os visitantes e encanta os passeios noturnos dos moradores pelo bairro de Icaraí. Mas o que mais tem chamado a atenção do público no parque são as duas estátuas recém-inauguradas do ator Paulo Gustavo. Muita gente tem vindo de longe só para apreciar e, é claro, tirar umas 'selfies'. Os dois monumentos em homenagem ao ator niteroiense foram inaugurados há pouco mais de duas semanas — no dia 22 de novembro, aniversário de 448 da cidade — e já se tornaram uma espécie de ponto de parada obrigatória de quem passa pelo local.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

As duas estátuas têm 1m82cm: uma reproduz a imagem do ator e a outra mostra a personagem mais conhecida de Paulo Gustavo, a dona Hermínia. Diante delas, as reações dos visitantes são diferentes. Alguns são mais contidos e não se aproximam tanto. Outros fazem questão de chegar bem perto, tocar, abraçar e até de beijar as imagens. Em alguns momentos, é preciso fazer fila para que todos possam tirar fotos.


As réplicas têm a marca da acessibilidade e são o primeiro monumento sensorizado do Brasil. Os portadores de deficiência visual podem, ao acessarem o QR code, ouvir as informações sobre as estátuas pela audiodescrição enquanto tocam as obras.


O militar Faillon Soares, de 30 anos, foi ao local com a mulher Franciene e as filhas Heloísa (3 anos) e Aurora (1 ano). Em visita à cidade, eles estavam ansiosos para conhecer o novo ponto turístico de Niterói.


"A homenagem é muito válida pelo que o Paulo representou como artista e como ser humano. Eu conheci primeiro a Dona Hermínia. Foi a minha mulher, uma fã de muito tempo, que me apresentou o ser humano Paulo Gustavo. Ele deixou uma mensagem de amor para todas as pessoas sem distinção. Seria melhor tirar uma foto com ele em vida, mas infelizmente não foi possível", afirmou Faillon Soares.


A cuidadora de crianças Dora Romano, 59 anos, é moradora do Jardim Catarina, em São Gonçalo. Ela foi ao Campo de São Bento somente para ver as estátuas de Paulo Gustavo. Dora disse que o passeio valeu muito a pena.


"É muita saudade do Paulo Gustavo. Ele faz muita falta. A homenagem é mais do que justa. Ele fez muito por Niterói. Sempre falou de Niterói nas suas obras", afirmou Dora Romano, que aproveitou para tirar muitas fotos ao lado das estátuas.

Foto: Bruno Eduardo Alves / Prefeitura de Niterói

A mesma alegria demonstrava a moradora de Itaipu, na Região Oceânica, a autônoma Regina Célia, também de 59 anos. Sem esconder a emoção, ela disse ser fã de Paulo Gustavo.


"Eu amava ele. É uma homenagem muito bacana. Vi as peças e os filmes do Paulo. A gente olha as estátuas e ainda tem dificuldade de acreditar que ele não está mais aqui", disse Regina Célia.


A segurança na área das estátuas fica por conta da Guarda Municipal, que montou uma tenda próxima ao monumento. A visitação tem ocorrido de maneira tranquila. Os próprios visitantes organizam as filas e, após várias fotos e muita admiração, se distanciam satisfeitos.


Quem optar pela visitação no fim da tarde poderá aproveitar os espetáculos de música em cartaz até o dia 23/12. Veja a programação completa.


*Com informações da Coordenadoria Geral de Comunicação da Prefeitura de Niterói

300x250px.gif
728x90px.gif