Juiz acata ordem e libera a Lula mensagens de Moro


Sérgio Moro e Deltan Dallagnol: defesa do ex-presidente quer provar parcialidade do ex-juiz (Reprodução)

Juiz plantonista da 10ª Vara Federal do Distrito Federal acatou nesta terça-feira (5) decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), e liberou acesso de mensagens da Vaza Jato à defesa do ex-presidente Lula.

O pedido foi aceito por Gabriel Zago Capanema Vianna de Paiva. Anteriormente, a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal não tinha sido acatada por outro juiz da 10ª Vara, Waldemar Cláudio de Carvalho, que alegou que medida poderia ser cumprida após o fim do recesso do judiciário.

Após a recusa, a defesa acionou o Supremo, e Lewandowski oficiou novamente a primeira instância da Justiça Federal afirmando que sua decisão deveria ser cumprida de imediato.

Agora, a defesa de Luiz Inácio Lula da Silva terá acesso às conversas apreendidas no âmbito da Operação Spoofing, que investiga a invasão de aplicativos de mensagens de procuradores e outros envolvidos na Lava Jato.

Interceptadas por hackers, as mensagens foram divulgadas parcialmente em uma série de reportagens, batizada de Vaza Jato, pelo site The Intercept e outros veículos. Trechos das conversas entre Moro e o procurador Deltan Dallagnol, revelando colaboração proibida entre juiz e procurador, provocaram um terremoto político após divulgação.

Suspeição de Moro

Lewandowski autorizou o acesso após pedido da defesa do petista. O objetivo dos advogados do ex-presidente é mostrar a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro na condenação de Lula.

Segundo o conteúdo das mensagens, Moro e procuradores Lava Jato, sob coordenação de Deltan Dallagnol, teriam cometidos várias irregularidades durante o processo contra o ex-presidente. As provas obtidas pela Operação Spoofing estão em posse da Polícia Federal.

A defesa de Lula enviou pedido para que o delegado Luís Flávio Zampronha, responsável pela operação, marque uma data e horário para fazer uma cópia dos arquivos.

O juiz Gabriel Zago Capanema Vianna de Paiva oficiou a Divisão de Contrainteligência da Diretoria de Inteligência da Polícia Federal para que entregue o conteúdo pedido pelos advogados do ex-presidente.

 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle