top of page

Literatura, Amazônia e dança são destaques na Flim

A 8ª edição da Festa Literária Internacional de Maricá (Flim) está na segunda semana de programação multicultural com palestras, recreações, oficinas infantis e shows, entre outras atrações que acontecem até o dia 1º de outubro, na Praça dos Gaviões, em Itaipuaçu. Durante todo o dia da terça-feira (26/9), a Arena Gilberto Gil recebeu diversos convidados renomados, entres eles a primeira bailarina de Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo; a imortal Rosiska Darcy de Oliveira; os escritores Tomaz Adour, Binho Cultura e Julio Emilio Braz, além da apresentação dos corais da Secretaria de Educação de Maricá.

Foto: Clarildo Menezes / Prefeitura de Maricá

A primeira palestra da Arena Gilberto Gil foi com a jornalista, escritora e membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), Rosiska Darcy de Oliveira, que apresentou a versão atualizada da Revista Brasileira, da qual é editora e que traz o tema “Amazônias”.


“No plural, porque se trata de uma diversidade imensa que é abordada pelos melhores especialistas nesse assunto. Traz ainda como enriquecimento as fotografias que, generosamente, Sebastião Salgado, o maior fotógrafo vivo, nos cedeu. Outros temas foram abordados como a poesia cantada por Gilberto Gil, que é meu colega na academia e é o orgulho da cultura brasileira”, afirmou a convidada.


Além deste, a revista centenária aborda outros temas em edições já publicadas, entre eles, a democracia, inteligência artificial, ciências, movimentos culturais e outros diversos assuntos. A obra está disponível online no site da ABL https://www.academia.org.br/publicacoes/revista-brasileira.


No segundo bloco, aconteceu a roda de conversa “Rompendo barreiras na literatura” reunindo o editor e presidente da Liga Brasileira de Editoras (Libre), Tomas Adour; Binho Cultura, autor do livro “Palavras que Libertam”; e o escritor Julio Emilio Braz, que contaram um pouco de suas experiências e como se deu o contato com os livros.


Binho Cultura lembrou do início do projeto “Palavras que Libertam”, do Departamento Geral de Ações Sócio Educativas (Degase), que oferece oficinas de produção textual aos jovens infratores. Como prêmio por bom comportamento, Binho conseguiu na Justiça com que alguns jovens do projeto participassem de eventos voltados à poesia, o que despertava interesse de outros meninos.


“Quando cheguei para dar aula na semana seguinte e fui à biblioteca, os meninos, suados do futebol, falaram que queriam fazer a minha aula porque souberam que ela liberta. Foi aí que veio na minha cabeça o nome do projeto. O grande resultado foi fazer com esses meninos escrevessem. Hoje, a maior parte dos meninos que passaram ao longo dos sete anos no projeto, por mérito do livro, não voltaram para o crime. Então, o livro transforma e as palavras libertam”, disse.


Dança, arte e educação


A Arena Gilberto Gil recebeu também a primeira bailarina de Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Ana Botafogo, que falou sobre a importância da dança e da arte na educação, tendo como mediadora a primeira-dama da cidade, Rosana Horta. A convidada contou um pouco sobre a sua trajetória no ballet desde o início da sua carreira profissional na França integrando o Ballet de Marseille, de Roland Petit, e suas participações em festivais em Lausanne, Veneza, Havana e na Gala Iberoamericana de La Danza, representando o Brasil em Madri.


“Em 1981, ingressei no Theatro Municipal do Rio de Janeiro já como Primeira Bailarina, cargo em que permaneço até hoje. São muitos anos de dedicação e preparação, porque ninguém se torna bailarina do dia para noite. Fico muito feliz em estar aqui nesta Festa Literária, podendo falar da minha trajetória e trazer um pouco da dança para todos”, contou.


Espaço Criança


No período da manhã, a Flim recebeu milhares de visitantes entre estudantes, moradores e turistas para conhecer um pouco da Festa Literária Internacional de Maricá. Na programação, os pequenos brincaram com as atividades infantis conduzidas pela professora Alessandra Roscoe.


À noite, o palco Sete Sois e Sete Luas recebeu o espetáculo de Dança da Cia Filhos do Samba e o show do Aziz Jr. e Banda.


Programação nesta quarta


Nesta quarta-feira (27/09), a animação ficou por conta de Verônica Marcílio da Favelivro, na parte da manhã. No começo da tarde, a Colmeia agitou a criançada no Espaço Criança. O jornalista e escritor Edney Silvestre participou da sessão de autógrafos de lançamento do livro “Contestadores”. Já às 18h, na Arena Gilberto Gil, tem Roda de Conversa com Tema “Diálogos sobre o cotidiano”, com a presença do escritor e humorista, Hélio de La Peña e do jornalista e escritor, Edney Silvestre.


O palco Sete Sóis e Sete Luas recebe o show de Lucas Félix a partir das 20h30.


Sobre a Flim 2023


Em uma área de seis mil metros quadrados na Praça dos Gaviões, em Itaipuaçu, a 8ª edição da Flim tem uma estrutura com mais de 60 editoras e espaços especiais dedicados a diferentes públicos, do infanto-juvenil ao adulto. O Espaço Criança abriga a Vila Pé de Maricá, em alusão à árvore que dá nome ao município, conta com 76 estandes dedicados ao público infanto-juvenil. Já o espaço Porão Cultural é reservado para apresentações de artistas locais de diferentes vertentes. A Tenda Literária abriga 154 estandes de vendas de livros e na Tenda Festart há um amplo espaço com puffs para descanso. A Tenda Codemar + Recarregue-se é um local com redes, cadeiras de praia e tomadas para recarregar a energia e os aparelhos celulares.


Serviço


Festa Literária Internacional de Maricá – FLIM

Data: de 19 de setembro a 1º de outubro de 2023

Horário: 8h às 20h

Endereço: Praça dos Gaviões, em Itaipuaçu


Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Maricá

Comments


Divulgação venda livro darcy.png
Chamada Sons da Rússia5.jpg
bottom of page