Vereadores defendem o TODA PALAVRA de novo ataque bolsonarista


Paulo Eduardo discursa da tribuna, defendendo o TODA PALAVRA dos ataques de Douglas Gomes / Luiz A. Erthal

Mais uma vez o vereador Douglas Gomes (PTC) usou a tribuna da Câmara Municipal de Niterói, na sessão desta terça-feira, 2, para insultar o jornal TODA PALAVRA e o seu editor-chefe, o jornalista Luiz Augusto Erthal, em uma clara tentativa de intimidar o veículo e de ameaçar o exercício da liberdade de imprensa. Ele repetiu basicamente os xingamentos ao jornal feitos na semana passada, também da tribuna, e que já haviam sido publicados anteriormente nas redes sociais.


Desta vez, a resposta veio através de manifestações de vários vereadores, inclusive da tribuna do plenário Brígido Tinoco, para condenar os ataques do parlamentar bolsonarista ao jornal e defender as posições do TODA PALAVRA na cobertura dos fatos pelos quais Douglas Gomes irá responder na Comissão de Ética da Câmara de Niterói. O vereador do PTC exibiu, logo nos seus primeiros dias de mandato, uma arma de fogo sobre a sua mesa, em afronta ao Regimento Interno da Câmara, e se negou a usar máscara facial em sessões plenárias do legislativo municipal.


Os vereadores Binho Guimarães, líder do PDT, Walkíria Nichteroy (PCdoB), Professor Túlio e Paulo Eduardo Gomes, ambos do PSOL, se manifestaram em defesa do jornal e do seu editor. Líder da bancada psolista, Paulo Eduardo subiu à tribuna para fazer um discurso em desagravo ao TODA PALAVRA. Ele começou citando uma frase do escritor e jornalista britânico George Orwell, usada pelo jornal em suas edições impressas como epígrafe, sempre no alto da página 2: “Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que seja publicado. Todo resto é publicidade”.


Paulo Eduardo lembrou fatos da carreira jornalística - de mais de 40 anos - do editor-chefe do TODA PALAVRA, como o seu trabalho na assessoria de imprensa do ex-governador Leonel Brizola, e o defendeu dos ataques feitos por Douglas Gomes também no âmbito do Conselho de Segurança de Niterói, classificados pelo vereador do PSOL como “inaceitáveis”.


Douglas acusa o jornal de vazar uma denúncia feita por ele através da publicação de uma foto de uma van lotada de guardas municipais, que configuraria “falta de distanciamento social”, dentro de um grupo de WhatsApp do Conselho de Segurança de Niterói, onde estão vários jornalistas que utilizam as informações compartilhadas ali como fontes para suas matérias. O grupo não tem qualquer norma de confidencialidade explícita e o teor da denúncia, partindo de um negacionista que chegou a ser preso no ano passado por tentar liderar uma manifestação proibida pela Justiça, ensejou mais uma matéria do TODA PALAVRA que o desagradou.


Clipe de vídeo do pronunciamento de Paulo Eduardo:


Ao longo do seu pronunciamento, Paulo Eduardo foi aparteado pelo Professor Túlio, seu companheiro de bancada e ex-militante da Juventude Socialista do PDT. Túlio lembrou a participação de Luiz Erthal, quando trabalhava na assessoria de imprensa do Palácio Guanabara, na elaboração, assistindo o então assessor-chefe do governo fluminense, Fernando Brito, na redação de um direito de resposta concedido pela Justiça ao governador Leonel Brizola contra a TV Globo.


O texto, lido durante o Jornal Nacional pelo apresentador Cid Moreira, viralizou nos meios online e é hoje um dos vídeos políticos mais acessados do YouTube. Sobre a inserção de Brizola em ataque direto às organizações Globo dentro do próprio Jornal Nacional, Cid Moreira teria dito mais tarde que aquele foi o pior momento da sua carreira na televisão; e Roberto Marinho, atendendo excepcionalmente, no mesmo dia, a uma ligação do repórter Nery Victor, da Folha de S. Paulo - pois era uma pessoa avessa às entrevistas -, exclamou: “Que isso nunca mais se repita!”


Clipe do aparte do Professor Túlio:

De casa, mesmo em quarentena por ter sido infectada pela covid-19, a vereadora Walkíria Nichteroy (PCdoB), que já havia feito uma postagem de solidariedade ao jornal em suas redes sociais na semana passada, após o primeiro ataque de Douglas Gomes da tribuna da Câmara ao TODA PALAVRA, fez questão de participar remotamente da sessão para, mais uma vez, demonstrar seu apoio ao jornal. “É muito importante que a imprensa continue tendo posição, continue tendo lado, continue defendendo a democracia”, disse a vereadora.


Clipe do pronunciamento online de Walkíria Nichteroy:

Em seguida, o líder do PDT, vereador Binho Guimarães, também ocupou o microfone do plenário para defender a liberdade de imprensa. Ele também lembrou a trajetória do editor-chefe do TODA PALAVRA ao lado do ex-governador Leonel Brizola e exaltou o compromisso do jornal com a democracia e contra o fascismo.


Clipe do pronunciamento de Binho Guimarães:


Abaixo, o vídeo com os ataques e insultos de Douglas Gomes ao TODA PALAVRA e seu editor na sessão da Câmara desta terça-feira:



 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle