Clube histórico de SG é leiloado após dívida milionária


Foto: Reprodução

O Clube Tamoio, fundado em São Gonçalo há 104 anos, está sob nova administração. Os antigos donos perderam uma ação que tramitava na Justiça e toda a estrutura foi entregue aos novos proprietários, que assumiram na quinta-feira (21/10). Em 2017, uma lei municipal declarou o espaço patrimônio público e cultural da cidade.


De acordo com um laudo de avaliação do imóvel, toda a estrutura é avaliada em cerca de R$ 600 milhões. No entanto, os membros da diretoria informaram que o espaço, com piscinas, salões de festa, de reunião, restaurante, escritórios e quadras, foi leiloada por pouco mais de R$ 2 milhões. Ou seja, muito abaixo do avaliado pela equipe técnica. Além disso, desse montante, apenas R$ 700 mil foi pago até o momento.


O clube foi a leilão por conta de uma ação trabalhista que tramitava na Justiça desde 2004, iniciada por uma ex-advogada do empreendimento. Na ocasião, ela crobava uma dívida de R$ 1,5 milhão do clube. Sem conseguir pagar o valor, o Tamoio foi leiloado para cobrir a pendência.


Os antigos diretores afirmam que o processo foi feito de forma diferente, o que influenciou diretamente na queda do valor leiloado. O presidente do Tamoio, Jorair Ferreira, informou que vai recorrer da decisão que determinou a venda do imóvel.


Ainda na quinta-feira (21/10), funcionários passaram o dia retirando pertences do local. Também foi vista no clube uma retroescavadeira que, segundo as primeirasa informações, iria iniciar um processo de demolição da construção. O processo, porém, foi impedido por uma lei municipal de 2017 que declarou o prédio como patrimônio público e cultural de São Gonçalo.


Nesta sexta-feira (22/10), cerca de 50 pessoas — entre sócios, funcionários e membros da diretoria — fizeram uma manifestação em frente ao clube. Eles gritaram por justiça e também fizeram a interdição de uma parte da Avenida Presidente Kennedy, no Centro, que ficou com o trânsito em apenas uma faixa.


Clube guarda parte da história do carnaval carioca


O Clube Tamoio foi o responsável pela abertura do carnaval carioca entre as décadas de 60 e 80. No período, São Gonçalo sediava os principais concursos de fantasias luxuosas, que eram transmitidos pelas emissores de televão da época. Os bailes de carnaval eram referência em todo o estado do Rio.

300X350px_Negra.gif
1/3
NIT_728x90-03.gif
NIT_300x250-01.jpg
728X90px (2).gif