MPF e DPU culpam governo federal por caos no Amazonas


(Foto: Reprodução)

Diversos órgãos federais e estaduais, como o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado do Amazonas e a Defensoria Pública da União (DPU), subscreveram uma ação civil pública em que responsabilizam o governo federal pelo caos nos hospitais no Amazonas. Na ação apresentada à Justiça Federal de Manaus, afirmam que cabe à União assegurar o fornecimento regular de oxigênio para os hospitais.

O sistema de saúde do estado entrou em colapso após as internações por Covid-19 baterem recorde. Cemitérios também estão lotados e instalaram câmaras frigoríficas - na quarta-feira houve o maior pico de toda a pandemia com 198 enterros em 24 horas. Com a superlotação e a falta de oxigênio nas unidades de saúde, os pacientes estão sendo transferidos para outros estados.

Doações de São Paulo

Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) carregados com 386 cilindros de oxigênio chegaram a Manaus no início da madrugada desta sexta-feira (15), segundo informação do G1. Eles foram enviados de Guarulhos (SP). Nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o governo não tinha transporte para mandar os cilindros por conta própria e disse estar "manobrando" para reverter o quadro.

"A ponte aérea de oxigênio está impactada porque nós não temos os cargueiros específicos da FAB pra fazer isso. Então a situação em Manaus é muito grave. Estamos manobrando pra tentar reverter o quadro", disse o ministro, citado pelo G1

Em rede social numa transmissão ao vivo, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, Pazuello havia dito que há um "colapso" no sistema de saúde de Manaus.

O governador do amazonas Wilson Dias (PSC) decretou, a partir desta sexta-feira, o toque de recolher por 10 dias. Ninguém pode sair de casa entre 19h e 6h. A medida é uma tentativa de conter a propagação do vírus.



 Conheça a nova Scooter Elétrica

Não precisa de CNH, sem placa e sem IPVA

Leia também:

Editor Responsável: Luiz Augusto Erthal.

Redação e Comercial: Rua Santa Clara, 32, Ponta d'Areia, Niterói, RJ

CEP 24040-050 | (21) 2618-2972 | jornaltodapalavra@gmail.com

Os conceitos emitidos nas matérias assinadas são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. As colaborações, eventuais ou regulares, são feitas em caráter voluntário e aceitas pelo jornal sem qualquer compromisso trabalhista. © 2016 Mídia Express Comunicação.

A equipe

Editor Executivo: Luiz Augusto Erthal. Editor Rio: Vanderlei Borges. Editor Niterói: José Messias Xavier. Editores Assistentes: Apio Gomes e Osvaldo Maneschy. Editor de Arte: Augusto Erthal. Financeiro: Márcia Queiroz Erthal. Circulação, Divulgação e logística: Ernesto Guadalupe.

Uma publicação de Mídia Express 
Comunicação e Comércio Ltda.
Rua Santa Clara, 32, Ponta d’Areia, Niterói, Est. do Rio,

Cep 24040-050. 
Tel.: (21) 2618-297

jornaltodapalavra@gmail.com

  • contact_email_red-128
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle